Páginas

quinta-feira, 29 de junho de 2017

Vidinha de Balada, quando o sertanejo universitário casa com a fé cristã

O sertanejo universitário é um o ritmos preferidos entre os jovens brasileiros, as duplas sertanejas lotam casas de show, estão presentes nos rodeios, nos programas de televisão  e seus clipes são um dos mais acessados da internet.

As letras do sertanejo universitário retratam o cotidiano da vida amorosa de todo jovem, as dores de cotovelo do relacionamento que não deu certo, e sobre isso, quem nunca quebrou a cabeça em um relacionamento? Letras de conquista e fossa se misturam.

Atualmente duplas sertanejas como Maiara e Maraisa, vem apresentando também o pensamento feminino sobre o assunto, o que fez com que elas estourassem nas rádios, pela novidade e voz que as mulheres ganharam.

Mas o que  Fé cristã tem haver com isso? Bom primeiramente é muito importante fazer a leitura das canções populares, pois de fato elas dizem muito sobre o ser humano e a geração atual.

Uma das canções que me chamaram muita atenção foi a canção "vidinha de balada" dos cantores Henrique e Juliano, com o seguinte refrão:
''Eu vim acabar com essa sua vidinha de balada
E dar outro gosto pra essa sua boca de ressaca

Vai namorar comigo, sim!
Vai por mim, igual nós dois não tem
Se reclamar, cê vai casar também
Com comunhão de bens
Seu coração é meu e o meu é seu também"

Ao ouvi-la pela primeira vez fiquei muito contente, pois ela é uma resposta a milhões de jovens que vão dia após dia  a balada, para dançar e se divertir, mas também para azarar, pois no fundo todos nós temos uma carência interior de relacionamento  e  a balada proporciona uma forma sem compromisso de sanar a carência das pessoas, ao promover um encontro sem necessidade do amanhã, todavia no fundo estão trocando algo que realmente querem, isto é serem felizes com um conjuge, se sentirem realizados em um casamento com amor nos planos que o nosso Criador preparou para nós, um ambiente estável de relacionamento duradouro e fiel, por um momento vazio que dura apenas uma noite. Isso muitas vezes se torna um ciclo vicioso, onde muitos passam anos, acreditando estarem felizes.

O sucesso desta letra a meu ver, é devido a figura do homem que realmente quer assumir um compromisso, algo que hoje em dia, tenho ouvido que está atitude  masculina está se tornando rara, inclusive dentro dos ambientes eclesiasticos.

Muitas moças me confidenciaram  que falta ação dos rapazes demonstrarem  interesse por elas,  algo que deveria ser natural,  que não está ocorrendo, talvez pelo medo dos homens  de se relacionar,  ou simplesmente por preferir relacionamentos liquidos.

 Dentro da igreja o motivo pode ser a sexualidade reprimida, acreditando ser pecado se aproximar do sexo oposto, o que é realmente algo problemático, alias sobre isso, exitem diversas passagens bíblicas de amor entre o homem e a mulher, vide o livro de cantares que é nada mais que uma carta de um casal apaixonado, tudo bem existe a maior discussão da carta ser uma representação da noiva (igreja) com o noivo (Cristo), mas sejamos sinceros literalmente a carta trata de relacionamento conjugal.

Precisamos viver uma espiritualidade cristã mais leve e compromissada, vejo isso nesta canção, o cuidado do rapaz de não se preocupar com o passado da moça e assumi-la, isso é uma prova de graça, amor e paixão , tudo que um casal precisa para durar, não olhar o passado e construir o futuro juntos.
Quer ouvir então uma das canções mais gospel da atualidade, assista o clipe Vidinha de Balada

Um comentário:

Igor disse...

Acho que confuniu o livro de Cantares com o de Eclesiastes